NINGUÉM TE AMA COMO EU

Amo você assim do jeitinho que és

Coração bondoso, estopim curto, acelerado, mas paciente

Sorriso tão fácil quanto as lágrimas

Energia a mil, dificuldade de dizer NÃO

Esforço grande para não melindrar pessoas

Amo você assim do jeitinho que és

Tão falante e tão introspectiva, ao mesmo tempo

Sua capacidade de doação, de perdão

De compreensão das falhas alheias mais que das próprias

Sua necessidade de amor, sua fragilidade

Que tantas vezes não percebe como força

Amo você assim do jeitinho que és

Falhas, erros, persistência na caminhada

A sabedoria em usar o que conseguiu conquistar

A revolta quando tiro seu “doce” para evitar que adoeça

Ou a tristeza por perder aquilo que afasto de você por proteção

Amo você assim do jeitinho que és

Ego meio problemático, emoções conflituosas

Mas isso não me impede de querer que você cresça

Que seja melhor a cada dia

Que te puxe as orelhas e te oriente

Para que possas ser o sol e as estrelas

Para si mesma e para os outros

Ninguém te ama como Eu, assim do jeitinho que és

Do jeitinho que Eu te criei

Amo você e Sempre Estarei Contigo

Para o que sempre precisar…

A mais linda declaração de amor que poderia ouvir

E veio num lindo sonho…

Alda M S Santos