QUEM NÃO DANÇA…

Quando o fato é incontestável

Contesta-se quem o divulga

Quando a pessoa é indefensável

Ou a mentira é clara e cristalina

Arruma-se outro assunto

Outro crime ou criminoso

Para ocupar seu lugar

Nessa luta de vítimas e réus

Condenados e absolvidos

A “plateia” sempre leva a pior

É o público a ser manipulado

Porque, no fundo, não importa a verdade

O que vale é aquele que melhor manipula

E faz de qualquer mentira uma verdade

Que apaga o que quer, reescreve como acha melhor

Mexendo habilmente os pauzinhos dos cordões de seus bonecos

E as marionetes dançam conforme a música que tocam

Quem não dança, não gosta dessa música

Ou dança diferente

É considerado louco…

Quero dançar diferente, prefiro ser louca!

Alda M S Santos