RESPEITÁVEL PÚBLICO

Respeitável público

Bailarinas ficam tontas, desequilibram, caem

Sem nunca perderem o encanto

Palhaços choram, fazem sorrir, gargalham e se entristecem

Sem nunca perderem a graça

Mágicos engolem e cospem fogo, duplicam objetos, fazem aparecer e desaparecer coisas, menos o sofrimento

Sem nunca perderem a magia

O circo da vida é assim

Bailarinas, palhaços e mágicos

Com encanto, graça e magia

Tudo fazem para animar o respeitável público

Do qual também fazem parte

Mesmo que nem sempre esse público seja tão respeitável assim…

Alda M S Santos