AMOR DESPERDIÇADO?

“Tanto amei a quem não foi digno de amor”

“Tanto fiz e me dediquei a quem não valia tal grandeza”

“Joguei pérolas aos porcos”

Quantas vezes nos sentimos assim?

Lamentamos o amor, a amizade, o carinho doado

A quem não soube aproveitar

A quem fez pouco caso do recebido

A quem não valorizou atitudes de desprendimento ou sacrifício

A quem não foi leal à entrega e bondade

A quem traiu nossa confiança e dedicação

Será que realmente perdemos por doar?

Olhemos para Ele!

Será que se arrepende de tanto amor doado a quem não fez por merecer?

Temos sido dignos de tamanha grandeza e pureza de amor?

Quem somos nós para reclamar amor doado, não valorizado?

Uma coisa é certa: quem doa amor nunca perde

Nunca!

Quem não sabe receber tem muito a aprender…

Alda M S Santos