DUAS VIDAS

Vivemos duas vidas por aqui, quase sempre.

Aquela que entra em nossos pulmões todos os segundos,

Que corre em nossas veias e irriga todos os órgãos,

Que nos faz andar, falar, pensar, existir,

Que acontece involuntariamente, repetidamente.

E há aquela outra vida que precisamos buscar

Aquela que precisamos conquistar

Que nos leva de um objetivo ao outro

Que conecta um coração ao outro

Uma emoção à outra, independente ou, até mesmo, por causa das diferenças.

Muitos de nós cuidam apenas da primeira.

Óbvio que ela é fundamental, mas cuidar da segunda é prolongar e enriquecer a primeira.

Uma existência plena possibilita a coexistência de ambas.

Quando essas “duas vidas” em nós são harmônicas,

Permitem o encontro com outras “duas vidas”, e tudo fica mais intenso!

Somente assim…

Alda M S Santos