O QUE NOS DERRUBA?

O que é capaz de nos vencer mais facilmente?

Uma torrente de lágrimas ou um sorriso largo?

A completa miséria ou a riqueza extrema?

A ignorância completa ou a sabedoria sutil?

Uma criança saltitante ou um idoso cansado?

A simplicidade ou a sofisticação?

Uma música lenta e apaixonante ou uma bem quente para pular muito?

Um discurso intenso ou um silêncio que diz tudo?

Um lago calmo ou um mar agitado?

Uma fogueira no inverno ou uma cachoeira no verão?

Um sol escaldante ou uma chuva torrencial?

Um filme no telão ou um livro na rede?

Um abraço amigo ou um beijo apaixonado?

Uma madrugada na “balada” ou um violão sob a luz da Lua no sertão?

O ódio ou o amor?

O que atinge mais rapidamente nossa emoção?

O que é capaz de nos tirar do eixo, nos derrubar?

Alda M S Santos