SÃO ASSIM
Um claro, o outro escuro,
Um dia, o outro noite,
Um terra, o outro mar,
Um “exatas”, o outro “humanas”
Um é energia, o outro sossego,
Um quer beijo, o outro colo
Um pede amor, o outro sexo,
Um fala, o outro se cala,
Um se abre, o outro se fecha,
Um é grito, o outro sussurro,
Um é tempestade, o outro calmaria,
Um lê livro, o outro a vida,
Um escreve, o outro aprecia,
Um ora e pede, o outro agradece,
Um aparece, o outro se esconde,
Como Sol e estrelas, revezam-se,
Revezando-se, completam-se,
E se amam…
Alda M S Santos