EMARANHADO DE FIOS

A vida é um verdadeiro emaranhado de fios. 

Você puxa uma ponta, outra, muda de novo, torce, vai, volta, entra, sai e consegue, por fim, desembolar algumas partes, identificá-las, separá-las. 

Mas sempre sobra ainda um bolo de fios confusos e desconexos.

 Não adianta insistir. O jeito é deixar esse bolo “descansar”. 

Esquecer dele, temporariamente, pelo menos. 

Atentar para o que já está desembolado e construir novas conexões. 

Um dia, quando menos perceber, conseguirá puxar uma ponta do bolo e ela sairá tranquilamente, sem esforço, uma após outra. 

Às vezes, ficamos tão ocupados tentando encaixar certas partes da vida que não se encaixam que perdemos a oportunidade de brincar com o que já está pronto e montado. 

Esse é o grande desafio, curtir o que se tem e esperar, com calma, a hora certa do que é sonhado e ainda está por vir.

Alda M S Santos