QUERO COLO E CALOR

É sabido que toda planta precisa de água, de chuva.

Também não é novidade que elas necessitam da luz e calor do sol.

Se, para as protegermos, as colocarmos dentro de casa, elas definham, secam.

Se, expostas ao tempo, recebem a chuva fria que cai,

E os raios do sol que as aquecem,

São nítidos o crescimento, a beleza, o viço. 

E ficam fortes para enfrentar períodos de seca ou tempestades.

Nós também temos nossos períodos de abastecimento, de reserva e de carestia.

Luz e calor, água e umidade, sol e chuva…

Carinho e amor, amigos e família, atenção e afeto são nosso sol, nossa chuva.

Fortalecidos, enfrentamos tempestades de vento, areia, ciclones e tsunamis…

E permanecemos inteiros. 

Esconder não cria resistência, fugir não fortalece. 

Exposição nos engrandece…

Vamos pra fora! Sair de dentro de nós mesmos.

Enfrentar o mundo além da “segurança” de dentro! 

Podemos nos deparar com tombos e machucados,

Mas nos arriscaremos a encontrar colo e calor.  

Alda M S Santos