DESISTIR É PRECISO

Tudo bem, persistência é uma virtude, coragem idem. Mas ter discernimento para saber a hora de parar de insistir em algo que nunca dá certo é sabedoria.

Muitas vezes insistimos em algo que não está funcionando. Mudamos as armas, as estratégias, os aliados, e não conseguimos o que almejamos. 

É como querer calçar um sapato menor ou vestir roupa maior.  

Além de machucar, ferir, causar bolhas, ou ficar parecendo um espantalho, acabamos por perder o amor-próprio. 

Até que percebemos que aquele calçado não era tão confortável, melhor é ficar descalço.

Aquela roupa não era para nosso tipo físico. Melhor vestir simples calça e camiseta. 

Isso vale para qualquer desejo: material, físico ou emocional.

Para aquele emprego, aquele carro, aquele curso, aquele amigo, aquela viagem, aquele amor…

Necessário é manter totalmente livre o coração para entender se o que queremos é realmente o que precisamos. Se não é apenas um luxo. 

O que queremos agora pode não ter nenhuma importância amanhã.

E o que insistimos hoje, amanhã pode ficar ultrapassado. 

Se existem duas certezas na vida são: a irreversibilidade do tempo e a sensação de não ter vivido tudo que havia pra viver e, consequentemente, arrependimento e frustração.

O caminho pode parecer longo, mas passa muito rápido. 

Portanto, busquemos e gastemos nossa energia e tempo somente no que vale realmente nosso esforço. 

Alda M S Santos