DE REPENTE É AMOR… E É PRA SEMPRE!

Tantos buscam por ele

Outros tantos dele fogem

Por ele muitos sofrem

Sem ele ninguém vive! 

Esse é o amor, inerente ao viver!

Pode ser leve e suave como uma brisa

Forte e barulhento como uma tempestade

Mas sempre visível!

Pode chegar pelo olhar que demora um segundo a mais

O abraço que não quer se soltar

As palavras que saem como torrentes

O sorriso que ofusca pelo brilho

O silêncio que tanto diz…

Quando se assusta ele tomou posse. 

Acomete crianças inocentes, jovens afoitos, adultos atarefados, idosos descrentes…

Com 5, 15, 25, 45 ou 70, não importa! Ele não tem preferências…

Entre pais e filhos, irmãos, amigos, homem e mulher…

De repente, é amor…

Se é amor, é pra sempre! 

Ele nos fará sofrer, chorar, nos magoar, tentar nos esconder.

Mas, sobretudo, nos fará sorrir, nos alegrar, vibrar, ajudar, acalentar, nos compadecer, acreditar que tudo é possível. 

De repente, é amor… E é pra sempre. 

Por isso, sou forte, tudo enfrento, tudo supero…

E percebo qual o propósito de Deus para minha vida, para todas as vidas: aprender a viver o amor, seja ele qual for! 

Alda M S Santos