A VIDA TÁ ROLANDO
Costumamos viver uma vida em espera. Sempre nos preparando para o futuro, para quando algo acontecer.
Quando eu me formar, vou me dedicar mais aos amigos.
Quando tiver um trabalho melhor, poderei me divertir.
Quando estiver com a cabeça boa, farei uma pós-graduação.
Quando emagrecer uso um biquíni e vou para a praia.
Quando estiver mais equilibrado, poderei amar alguém, me envolver, me entregar.
Quando trabalhar menos, ou tiver companhia, farei atividades físicas.
Quando estiver com as contas em dia, terei filhos.
Quando me aposentar, dedico mais às atividades da igreja e poderei viajar.
Quando tiver tempo e coragem, vou viver…
E por aí vai… São muitos os quandos e os ses.
Assim, vamos adiando. Adiamos o nosso viver. Porém, a vida continua rolando… Pessoas vão e vêm.
O tempo vai passando, as oportunidades também.
É certo que precisamos ponderar, refletir sobre o momento certo para muitas coisas. Mas isso não pode gerar impedimentos para agir. Não podemos viver de esperas! É preciso viver enquanto aguardamos o melhor momento, a pessoa certa, a situação favorável, a boa saúde. A qualquer hora podemos ser interceptados pelo destino.
Uma grande verdade que ignoramos, muitas vezes, é que o que temos de certo é o hoje. É nele que devemos viver.
Carpe diem!
Alda M S Santos