Busca

Precisa ser

PRECISA SER

Pode ser belo para tocar, mas precisa ser especial para encantar

Pode ser triste até machucar, mas precisa ser profundo para conseguir curar

Pode ter sido bom para apertar o peito, mas precisa ser saudade para rasgá-lo 

Pode ser sorriso para alegrar, mas precisa ser verdadeiro para ser felicidade

Podem ser lágrimas que deixam dúvidas e mágoas, mas precisam ser esclarecidas e vir da alma pra irrigar

Pode ser o caminho difícil, mas precisa ter flores para enfeitar

Pode ser abraço que aquece, mas precisa ser aconchegante para envolver vidas

Pode ser amigo que acompanhe, mas precisa ser leal para ser duradouro

Pode ser o que for, mas apenas a certeza do amor dado e, principalmente recebido,

É capaz de promover mudanças significativas

Dentro ou fora de nós! 

Alda M S Santos

Antessala

ANTESSALA

Todo coração precisa de um ante coração

Como as antessalas para as salas principais 

Onde são avaliadas e encaminhadas as pessoas 

Que ficarão na superfície, 

Irão para recantos secretos

Ou nem passarão da porta…

Alda M S Santos

Quantos?

QUANTOS?

De quantos sorrisos, lágrimas

Abraços, beijos, cuidados,

Ou palavras doces se faz um amor? 

A quantidade não importa, 

O que o torna real e duradouro

É que seja recíproco e prazeroso! 

Alda M S Santos

Tristeza

TRISTEZA

Tristeza vem naqueles momentos 

Nos quais percebemos que a vida pode ser, às vezes, 

Como algumas cacimbas,

Por mais fundo que se dê, 

Não são capazes de produzir água,

Estaremos sempre com sede!

Alda M S Santos 

Feliz dia de nosso melhor amigo: nós mesmos

 FELIZ DIA DE NOSSO MELHOR AMIGO: NÓS MESMOS 

Somos seres humanos bem diversos e, por mais que nos conheçamos, sempre haverá algo que irá nos tocar e surpreender, positiva ou negativamente, nos outros ou em nós mesmos. 

A maneira de lidar com essas “surpresas” é que fará toda a diferença. 

Esse modo especial de lidar com aquilo que nos torna mais humanos, ou até mesmo desumanos, é que nos torna amigos dos outros, amigos de nós mesmos. 

Ter amigos é algo especial. 

Ser amigo é mais especial ainda. 

E aprendemos a ser amigos dos outros sendo primeiro amigos de nós mesmos! 

Sem egoísmos!

Feliz dia da minha melhor amiga: eu mesma. 

Alda M S Santos

Dois corações

DOIS CORAÇÕES

Pode-se dizer que evoluiu na compreensão humana 

Não só aquele que entende o que o outro sente

Tampouco aquele capaz de avaliar a fundo o que se passa consigo,

Mas aquele que compreende os sentimentos que envolvem dois corações humanos.   

Alda M S Santos

Ultrassensível

ULTRASSENSÍVEL 

Aqueles dias que você sente que bastariam

A última gota d’água

Uma única faísca

Uma simples palavra 

Um breve olhar

Um suave toque, 

Um abraço singelo,

Para você: 

Cair no choro, na gargalhada

Querer sumir no mundo, desaparecer,

Explodir de raiva 

Alegria ou prazer…

Alda M S Santos

Mata virgem

MATA VIRGEM

Amar é adentrar numa mata virgem

Sem qualquer conotação sexual,

Ou pode ter, se assim o preferir. 

É desbravar, abrir trilhas, descobrir espaços secretos

É passar por espaços iluminados, outros escuros

É ter momentos de dor, de cansaço, de frio e calor, 

É ter prazer nos oásis, na maciez de uma cama de folhas, 

É encontrar itens encantadores, outros perigosos, 

É ter apenas uma ideia do que se quer

É saber que nem toda surpresa será boa

É, sobretudo, ter certeza que vale a pena desbravá-la,

Porque não há modo de conhecê-la de fora,

Projetar ou resolver problemas sem nela adentrar.

Uma mata virgem, assim como o amor

São convites a curiosos e corajosos. 

Alda M S Santos

 

 

Nascentes

NASCENTES

Observando um olho d’água, uma pequena mina

Surgindo da terra tantas vezes árida

Mas sempre, sempre cercada de vegetação

Percebo o quanto há de belo nisso tudo!

Pequenas gotas que brotam vão se agigantando

Seguem, sempre em frente

Contornando os obstáculos

E formando nossos grandes rios. 

Somos terra, somos férteis

Se não cortarmos nossas “matas ciliares”, 

Sempre poderá brotar de nós algo de bom, de gota em gota

E que poderá irrigar a todos a nossa volta.

Natureza sábia que sempre nos ensina. 

Alda M S Santos

Fogueiras

FOGUEIRAS

Nesse mundo tem gente de todo tipo mesmo. 

Felizmente!

Existem aqueles que:

– jogam lenha na fogueira, querem tudo potencializar, 

– jogam água na fogueira, querem a tudo amenizar,

 – querem apenas desfrutar de seu calor, sem medo de se queimar,

– podem até tentar, mas não têm “cacife” pra brincar com fogo.

E, assim, entre corajosos, covardes, oportunistas e imaturos, 

Ora um pouco de um, ora um pouco do outro,

Vamos levando a vida e dela extraindo o melhor. 

Pois fogo pode ser destruição, mas pode ser energia, ser vida, ser calor do amor. 

Alda M S Santos

FELIZ!!! 500 seguidores

FELIZ!!! 500 seguidores, 10 meses de blog!

Tão grande quanto o prazer de escrever

É ter cada um de vocês aqui!

Muito obrigada pelo carinho

E pela presença!

Beijos! 

Quando a alma chora

QUANDO A ALMA CHORA

Quando perdemos alguém que amamos, 

nosso corpo chora

Quando nos perdemos em

alguém que amamos, 

Nossa alma chora…

Alda M S Santos

Veja

VEJA

Veja no andar vacilante, ou excessivamente confiante, não apenas uma fraqueza física ou emocional, 

Mas o peso de uma história linda que desconhece.

Veja na beleza exterior tão à flor da pele e gritante, não uma pessoa que deseja mostrar-se superior,

Mas alguém carente e receoso de se mostrar interiormente.

Veja nos sorrisos constantes e claros, não só uma pessoa que parece feliz,

Mas alguém que precise estar alegre para não se afogar nas tristezas.

Veja na seriedade e olhar triste, não apenas alguém introspectivo ou inseguro,

Mas alguém que se esconde com medo de se machucar nos tombos da vida.

Veja no modo de ser tão aparente e “ofensivo”, não o desejo de ser “mais” na visão do outro, 

Mas a necessidade meio distorcida de ser alguém “além” para si mesmo.

Veja em cada modo de ser, não apenas algo tão diferente do que você é,

Mas alguém que, como você, procura manter sua essência, sua originalidade, num mundo de falsificações. 

Alda M S Santos 

Prometa

PROMETA

Prometa que sempre olhará o lado bom da vida

Mesmo que a tristeza queira imperar

Prometa que irá valorizar cada sorriso que receber 

E que sempre fará o possível para retribuir

Prometa que procurará se mostrar para os outros

Procurando superar o medo de se machucar

Prometa que encontrará em cada pôr do sol, em cada estrela que brilha

Um motivo a mais para se renovar, para renascer

Prometa que enxergará o amor em cada pessoa que se aproximar de ti

E que o deixará brotar de si mesmo e permiti-lo manifestar-se

Prometa que terá um lugarzinho especial dentro de você para mim

Ainda que eu esteja longe

Prometa que nunca me deixará partir e que nunca partirá

Mas, se isso acontecer, peço apenas que 

Prometa! 

Alda M S Santos

Diga que a ama

DIGA QUE A AMA

Diga que ela é maluca, que é a personificação de seus medos, 

Mas que ainda assim, a ama

Diga que ela é o centro das atenções, o oposto de tudo que você é,

Mas que ainda assim, a ama

Diga que ela é expansiva demais, falante demais, sorridente demais,

Mas que ainda assim, a ama 

Diga que ela é inteligente em demasia, questionadora em excesso,

Mas que ainda assim, a ama

Diga que ela é um caminho desconhecido e temerário,

Mas que ainda assim, a ama

Diga que ela é sensualidade que constrange, carinho e entrega incompreensíveis, 

Mas que ainda assim, a ama

Diga que ela é tudo que você nunca pensou querer,

Mas que ainda assim, a ama

Parafraseando Pedro Chagas Freitas, 

“Há muitos amores difíceis de explicar e outros facilmente explicáveis,

Sendo que só os primeiros são amores de verdade.” 

Alda M S Santos

Pra se fazer entender

PRA SE FAZER ENTENDER

Se a palavra não se faz entender

Use o olhar sincero

Se o olhar não se faz entender

Use um sorriso iluminado

Se o sorriso não se faz entender 

Toque delicadamente nas mãos, nos braços, 

Se o toque não se faz entender

Abrace ternamente, beije suavemente. 

Ou faça tudo isso junto…

O que não vale é manter os mal entendidos

Que nublam, embaçam 

E minam qualquer relação.

Alda M S Santos

Fonte de vida

FONTE DE VIDA

Sol: Nasce, aquece, encanta

Gera vida…

Mas tem o momento de repouso, de recolhimento,

Para retornar com o mesmo brilho após se por divinamente, 

Com o mesmo calor, com a mesma vida que se renova…

Ensinamentos da natureza:

A vida é cíclica!

Alda M S Santos

Parou de bater? 

PAROU DE BATER?

Quando nosso coração para de bater por alguns segundos,

É para avisar que ali está a razão

Pela qual ele bateu até então,

Pela qual baterá de maneira melodiosa e terna para sempre, 

Ou pela qual pode vir a parar de vez…

Alda M S Santos

À deriva

À DERIVA

Diante da imensidão das águas,

De céu, de ar, de sol

À deriva…sozinhos,

Num pequeno barco a remo.

Poucas são as opções a seguir

Mergulhar na escuridão desconhecida das águas lá fora, 

Deixar-se aquecer ao sol, a admirar o céu, a seguir sem rumo,

À deriva,

Ou mergulhar na turbulenta nau interior, não menos escura e densa

Em busca de luz…

Alda M S Santos

Voar

VOAR

Vontade de alçar voo…

Bater minhas asas, subir o mais alto que puder

Sem me preocupar com o cansaço

Vontade de alçar voo…

Decolar para imensidões desconhecidas, coloridas, 

Sem saber quando e se vou pousar

Vontade de alçar voo…

Em busca do pote de ouro do arco-íris, de uma estrela cadente, 

Sem a urgência que nos paralisa

Vontade de alçar voo…

Nos caminhos tortos que construímos ao buscar nosso sonho encantado

Mesmo tropeçando nos lixos cósmicos da via láctea

Vontade de alçar voo…

Planando para dentro de um amor desejado

Para o mais profundo de mim mesma

E, enfim, pousar…

Alda M S Santos

Adubando

ADUBANDO

Doação e gratidão, ambos nobres sentimentos

Tal como flor, brotam de nossos corações

Livremente, sem imposições.

Mas precisam ser cultivados.

Quase sempre o mesmo terreno 

Fértil e capaz de fazer germinar a doação

É o que permite brotar a gratidão.

Um serve de húmus para o outro

E ambos são adubos para o amor.

Os três, doação, gratidão e amor

São partes fundamentais de uma alma em paz e feliz. 

 Cultivemos! 

Alda M S Santos

No metrô

NO METRÔ

Gentilmente, um rapaz se levanta do assento no metrô 

Cede o lugar para duas senhoras

Elas olham uma para a outra, 

“Pode se assentar”,

“Não, senta você que é mais velha”,

“Não sou mais velha que você!”

Enquanto isso, o trem cheio, 

Várias pessoas a olhar, a sorrir,

O lugar vazio e o rapaz provavelmente a lamentar…

Certamente queria dizer,

“Vou me assentar de novo enquanto vocês fazem as contas”. 

Enfim uma se assenta, o rapaz se encosta na porta

E todos ficam a especular se elas fizeram as contas direito.

Coisa de trem de mineiros. 

Alda M S Santos

Feche os olhos

FECHE OS OLHOS

Feche os olhos 

Assim poderá ouvir melhor os acordes de uma canção

Feche os olhos

Assim poderá sentir melhor o perfume que emana do outro

Feche os olhos

Assim poderá ouvir o pulsar de outro coração num abraço apertado

Feche os olhos

Assim poderá sentir o toque suave e forte de um beijo de amor

Feche os olhos

Assim poderá se comunicar melhor numa prece 

Abra os olhos e descobrirá que tudo torna-se mais belo

Quando os sentimos anteriormente de olhos fechados! 

Alda M S Santos

Segredos

SEGREDOS

Viver é buscar grandes profundidades, mergulhar fundo 

Mas também é saber brincar na superfície, rolar na areia. 

Esse é o segredo!

É verdade que é nas profundezas que encontramos o encanto e beleza das pérolas,

Mas não podemos desvalorizar as conchinhas simples que nos divertem e fazem nosso dia a dia tão especial.

O risco de focar na pérola, é perder a beleza das conchas

E não se obter nem uma e nem outra.

Alda M S Santos

Corpo Presente

CORPO PRESENTE

Sempre achei estranhas as celebrações de “corpo presente”.

Até porque um corpo morto nada representa,

Exceto, a despedida derradeira.

Para os que ficam, momentos tristes a lembrar.

Para os que se vão, nada levam daqueles instantes.

Orações chegarão a eles de qualquer modo.

Tudo bem, é cultural, é religioso, vem da fé.

Mas precisamos nos preocupar realmente

Em estarmos mais do que de corpo presente nessa vida.

Levar nossa alma em cada ato,

Carregar nossas emoções no dia-a-dia, 

Distribuir nosso calor a todos que nos cercam.

Afinal, é isso que deixamos de nós para os outros. 

É isso que levamos de quem nos foi especial.

O resto é apenas ritual…

Alda M S Santos

Sentimentos líquidos

SENTIMENTOS LÍQUIDOS

Diz a sabedoria popular que chorar lava a alma

Essa afirmativa pode ser questionável,

Mas sei que chorar alivia muitas dores

Físicas, emocionais, mentais,

Superficiais ou profundas…

Conter as lágrimas, prender os soluços, segurar o choro

É sufocar as emoções que necessitam de vazão

É represar sentimentos que precisam de manifestação

Lágrimas são sentimentos líquidos

E líquidos sempre encontram uma maneira de extravasar

Abrem caminhos, arrebentam comportas, acham uma saída,

Naturalmente, ou não…

Alda M S Santos

Histórias de Pataxós?

HISTÓRIAS DE PATAXÓS? 

Humanos que se sobrepõem a humanos

Brancos sobre negros, brancos sobre índios,

Brancos sobre brancos, negros sobre negros, 

Ricos sobre pobres, pobres sobre miseráveis,

“Cultos” sobre incultos, um religioso sobre o ateu,

Um pagão sobre o outro… 

Homens sobre mulheres…

São muitas as “supremacias”!

Até quando seremos tão desumanos?

Até quando cometeremos os mesmos erros com nova roupagem? 

Exclusão será sempre exclusão!

Não importa do que venha travestida! 

Quantas gerações de curumins Pataxós terão que nascer, ou qualquer outro excluído, para sonharmos com inclusão social, cultural, religiosa, financeira? 

Quando seremos verdadeiramente humanos?

Quando?

Alda M S Santos

Quem é mais forte?

QUEM É MAIS FORTE?

Quem é mais forte?

O Hulk que tudo quebra no muque,

Ou a Madre Teresa de Calcutá que tudo quebra na humildade?

Quem é mais forte?

O Mike Tyson com sua habilidade boxeadora,

Ou Nelson Mandela com sua habilidade de lutador/pacificador?

Quem é mais forte?

O sorriso que abre portas e a todos conquista, 

Ou as lágrimas que podem nos trazer autoconhecimento?

Quem é mais forte?

A água que a tudo leva e encanta,

Ou o fogo que a tudo destrói? 

Quem é mais forte?

Aquele que resiste ao amor e mantém-se imune,

Ou quem o encara de frente e o vive com todas as suas alegrias e dores? 

Quem é mais forte? 

A paz ou a guerra? 

A luz ou a escuridão?

A vida ou a morte? 

Quem?

Alda M S Santos

Engasgados

ENGASGADOS
Pior que ser engasgado pelo que se ouve,
Por aquilo que vem de fora e não engolimos,
É ficar entalado com o que não se fala,
Aquilo que vem de dentro e não dizemos,
Sempre cerceados…sufocados. 
Alda M S Santos

Sintonia

SINTONIA
Relacionamentos, de qualquer tipo, são baseados na sintonia, 
Aquela conexão que não se vê, apenas se sente,

Como uma onda de rádio…

Sensação boa de fazer parte do outro, de estar dentro

Sintonia no falar, no silenciar, no desejo de estar junto.

Sintonia de mente, de corpo, de alma…

A sintonia entre as almas vem da confiança

Se essa falha, começa a chiar, a incomodar, a não se importar,

E todas as demais sofrem efeito em cadeia.

É preciso encontrar de novo o “canal” certo,

Se quiser de novo uma boa “música”.

Alda M S Santos

Ambos

AMBOS

Uma flor é como um sorriso

Ambos são capazes de valorizar qualquer simplicidade, 

Ambos levam encanto por onde vão…

Ambos são delicados e fortes o bastante para emocionar,

Ambos precisam do amor para refletir o brilho da vida que carregam! 

Alda M S Santos

Truco e outros jogos

TRUCO E OUTROS JOGOS

Num jogo de cartas vence aquele que mais sabe esconder o jogo

Aqueles que são mais abertos e mostram suas cartas

Quase sempre são os perdedores. 

No jogo da vida há poucas diferenças,

Porém, os de cartas escondidas são pessoas mais pesadas,

Os de cartas na mesa são pessoas mais leves.

Mas os vencedores e os perdedores não tem como saber,

Há que se avaliar….

E o jogo segue à nossa revelia.

Quer a gente mude de parceiros na mesa, ou não, 

Com cartas abertas ou marcadas, 

Com bons adeptos e jogadores ou não, 

Até que alguém grite “truco”!

E, game over.

Alda M S Santos

Floração

FLORAÇÃO

Todo bom jardineiro conhece suas flores e plantas. 

Sabe que há aquelas que florescem sempre,

 E que há aquelas que secam e parecem morrer,

Perdem todas as suas folhas e flores…

Se não tivesse paciência,

Se entregasse os pontos, se arrancasse o “mal” pela raiz, 

Não haveria tantas flores!

Se o jardineiro Maior desistisse de um ipê que parecesse morrer,

Não nos deslumbraríamos diante de um Ipê Amarelo!

Quantas vezes parecemos estar secos, abandonados, 

Sequer lágrimas nos irrigam mais?

Mas nosso jardineiro está atento,

E cuida bem de nós… 

Mesmo que seja com uma ou outra florzinha amarela “temporona”,

Um ou outro amigo que nos manda,

Para não desanimarmos,

Antes da verdadeira florada, cada vez mais linda! 

Alda M S Santos

O Amor

O AMOR

Amor que não se cultiva

É rosa sem jardineiro

Sem carinho, sem cuidados

Sem troca, sem reciprocidade, 

Pode até sobreviver

Mas perde todo o brilho e encanto

Até murchar e morrer…

Alda M S Santos

Reflexões

REFLEXÕES

Reflexões: a base de nossa essência que nos torna racionais. 

Aquilo que nos faz humanos.

Será?

Basta refletir e raciocinar para sermos espécie humana?

Acredito que a essência humana passa pelas emoções.

Pela capacidade de sentir e expressar sentimentos. 

Pela alteridade, pela capacidade de nos colocarmos no lugar do outro.

Pelo desejo verdadeiro de ajudar, de fazer parte, de sentir-se parte do outro. 

Pela vontade de levar respostas onde a dúvida paira. 

Pela ânsia quase incontrolável de levar ao menos um abraço onde há dor, seja ela qual for.

Pela necessidade quase física de levar amor, onde a indiferença tenta tomar conta. 

Refletir qualquer um pode.

Emocionar-se, importar-se só um verdadeiro homem ou mulher são capazes!

Alda M S Santos

Encaixes

ENCAIXES

Nossa vida é um grande jogo de encaixes.

Passamos toda ela nessa “brincadeira”.

Tentamos encaixar pessoas em nossas vidas.

Nos esforçamos para nos encaixarmos nas vidas dos outros.

Toda criança sabe, desde cedo, que não adianta forçar uma peça no local em que ela não cabe.

A peça ou o jogo podem sair danificados.

A diferença é que umas desistem, partem para outro jogo ou outras peças.

Outras perdem a paciência e destroem o jogo todo.

E outras, continuam a insistir em peças difíceis, até conseguir encaixá-las, de algum modo.

A peça pode ter se “deformado” ou o jogo ter obtido nova cara, mas foi montado. 

As crianças crescem e os jogos mudam pouco de figura! 

Jogadores, idem. 

Alda M S Santos

Belezas

BELEZAS 

Quase nada há mais bonito que a natureza,

Aquilo na forma original, natural,

Flora e fauna, picos, serras, montanhas,

Água, quer seja em lagos, rios, cachoeiras ou mares…

Apenas os verdadeiros sentimentos se igualam em beleza, 

Pois são nossa natureza, aquela que nem sempre expressamos,

Que tantas vezes escondemos, 

Nosso encanto natural! 

Alda M S Santos

Os Pataxós

OS PATAXÓS 

Uma localidade do século XVIII

Que deu origem a Guanhães

Uma fazenda em ruínas

Reaproveitada pelos Pataxós 

Mirueira pajé e descendentes 

Lindo de se ver e conviver!

Alda M S Santos 

Camadas de nós

CAMADAS DE NÓS
Peles sobre peles, pelos sobre pelos,
O barro que esconde o brilho do ouro,

Ou do poder da garrafa de Aladim,

Os resíduos que recobrem a pedra não lapidada,

A poeira que se aloja na madeira de lei,

As lembranças que uma casa antiga carrega,

A química escura que gruda na prataria,

Os líquens que vivem nos troncos das árvores,

As camadas de tecidos que recobrem nossa pele

A fuligem que adere a todo ser vivente, ou não.

As camadas de emoções que escondem outras emoções…

São necessárias, são proteção, são autodefesa,

Uma vez retiradas, cuidadosamente, no tempo certo,

Tudo volta a brilhar….

Alda M S Santos

Pra parar de doer

PRA PARAR DE DOER

-Papai, quero ser grande e forte como você para os machucados não doerem!

-Não, filho, os machucados doem, a gente apenas finge que não dói e não chora à toa!

-Então quero ser forte como a delicadeza da mamãe.

-É? Por quê? Ela chora! 

– Ela disse que chora para parar de doer. Quero assim! 

Alda M S Santos

Janela de madeira 

JANELA DE MADEIRA

Na rua, uma casa simples

Na casa simples, uma janela de madeira,

Debruçada na janela de madeira, 

Uma pessoa a olhar a rua,

Onde passam muitas pessoas,

Quase todas queridas e aparentadas,

Que cumprimentam com um aceno, algumas palavras,

Muitas vezes, entram para tomar uma xícara de café recém-coado,

Comer uma bolacha ou uma quitanda.

E a vida transcorre simples, tranquila, feliz…

Até que alguém se vai…

E as saudades passam a apertar o peito de quem se foi, 

E a entristecer os olhos de quem ficou, 

A olhar pela janela de madeira…

Alda M S Santos

Quando a saudade bater 

QUANDO A SAUDADE BATER

Quando a saudade bater, não se deixe abater!

Busque consolo naquela foto bonita e de sorriso feliz.

Quando a saudade bater, 

Busque abrigo nas lembranças de uma boa prosa.

Quando a saudade bater,

Busque acolhimento na memória daquele abraço quente e macio.

Quando a saudade bater, 

Busque aquela refeição saborosa que partilharam

Quando a saudade bater,

Busque ouvir a música que os marcou. 

Quando a saudade bater, faça tudo isso…

Mas quando a saudade bater,

Pra não se abater,

Bom mesmo é ouvir a voz, sentir o cheiro,

Admirar o sorriso, abraçar apertado, tocar as mãos,

Conversar muito, afastar qualquer mal estar, 

Sorrir junto, estar junto…

Há coisas que só a presença 

É capaz de resolver…

Vamos lá?

Alda M S Santos

Se um dia eu me perder

SE UM DIA EU ME PERDER

Se um dia eu me perder 

Procure-me onde haja muito verde, muita mata, ar puro,

Se um dia eu me perder

Procure-me onde as águas sejam límpidas a refletir o céu,

Se um dia eu me perder

Procure-me num roseiral, em meio às borboletas azuis,

Se um dia eu me perder

Procure-me na alegria inocente de um grupo de crianças,

Se um dia eu me perder

Procure-me nos grãos de areia da praia ao pôr do sol,

Se um dia eu me perder,

E ainda assim não me encontrar,

Não busque em mim, olhe dentro de você, 

Se me procuras, é porque me amou,

Se me amou de verdade, eu também te amei,

Certamente uma parte bonita de mim estará gravada em você, 

Uma parte grande de você estará presa em mim, 

E poderá levar-me a me encontrar…em você, em mim,

Comigo, com você! 

Se um dia eu me perder de mim…

Alda M S Santos

Raízes

RAÍZES

As folhas podem cair

Os galhos se quebrar, 

Flores rarearem, 

Mas se as raízes forem fortes, 

Cedo ou tarde os frutos aparecem…

E trazem de volta a alegria.

Alda M S Santos

Acusações e defesas

ACUSAÇÕES E DEFESAS

Todo “bom” advogado sabe que 

Quando o fato é irrefutável

Tenta-se desacreditar a testemunha.

Quando o jogador é imbatível 

Tenta-se abalar sua autoconfiança.

Quando a fé move montanhas,

Tenta-se colocá-la à prova.

Quando o caminho é longo e difícil,

Tenta-se criar obstáculos imaginários.

Quando algo que se quer não é aceito ou compreendido, 

Tenta-se buscar falhas que o afaste.

Quando se recebe algo que julga não merecer,

Tenta-se de todo modo devolver.

Quando o amor não dá para questionar

Tenta-se desvalorizar quem ama ou suas razões.

Entre acusações e defesas,

Vive-se num mundo cada dia mais injusto e infeliz!

Alda M S Santos

Dia de domingo

DIA DE DOMINGO 

Sol ou chuva, frio ou calor,

No tempo ou debaixo do cobertor…

Domingo é dia de tudo absorver, internalizar. 

É dia de tudo distribuir, compartilhar…

É dia em que tudo é potencializado em nós: bom ou ruim.

O sorriso é mais alegre,

Ou a tristeza é mais atroz.

A energia para realizar é mais intensa,

Ou a preguiça existente aumenta.

A saudade dói mais, 

Ou o desejo do reencontro satisfaz.

Os parceiros podem ser verdadeiros companheiros, 

Ou a solidão ser a melhor companhia.

Dúvidas e ressentimentos podem tomar conta,

Ou deixamos o amor falar por si só.

Somos nós que escolhemos a vida que queremos, que merecemos, 

E nela colocamos nossa fé, nossas ações, 

Não só aos domingos, mas de segunda a segunda! 

Alda M S Santos

Origens: Fazemos parte

ORIGENS: FAZEMOS PARTE

Várias coisas nos remetem às nossas origens

Um lugar com seus cheiros e cores, por mais que ele mude

Uma música com sua poesia encantadora

Um livro com sua história real ou ficcional

Um sorriso que nos recepciona…

Mas nada melhor que aquele abraço apertado e beijo estalado,

Para nos emocionar e dizer:

Você faz parte desse lugar,

Dentro e fora…

Alda M S Santos

Fronteiras

FRONTEIRAS

O amor não possui fronteiras

Pela própria essência é um invasor 

Nasce rompendo o invólucro do próprio ser

Após isso, invade qualquer margem

Avança qualquer obstáculo, 

Natural, geográfico, psicológico

Lógico, ilógico, real ou imaginário. 

O amor possui natureza de desbravador

Desconhece limites… 

Sorte nossa!

Alda M S Santos

 

Não é!

NÃO É!
Não é desejo de ser grande

Tampouco vontade de aparecer

Ou ser mais que qualquer pessoa.

É saber que quando nos doamos

Seja em carinho, amor, tempo,

Sempre sobra algo para nós mesmos.

É apenas o desejo de ser bem melhor

Que fomos ontem, mas ainda menos

Do que podemos e queremos ser amanhã.

A vida da humanidade como um todo

Pode ser melhor, se cada um de nós for melhor,

Um pouquinho a cada dia…

Alda M S Santos

#carinhologos

Tudo bem?

TUDO BEM? 

Oi, tudo bem? 

Sim, e você?

Quanto sentimento há escondido nessa resposta? 

Quanto interesse verdadeiro há nessa pergunta? 

Pode-se estar exultante de alegria contagiosa.

Pode-se estar realmente bem, em paz, problemas corriqueiros, mas passageiros.

Pode-se estar triste, olhos rasos de lágrimas, querendo colo e o outro já partiu.

Pode-se estar carregando um mundo de dores atrás do sorriso, e o interlocutor dizer, “você está tão bem”! 

Seria tão bom se quando perguntássemos “tudo bem?”, estivéssemos mesmo dispostos a ouvir.

Seria maravilhoso se pudéssemos ter alguém para nos acolher quando respondêssemos, “tudo bem”. 

Mas melhor mesmo, seria ter alguém que nos olhasse, sem precisar perguntar nada, dizer:

Vem cá, você precisa de um abraço… 

Alda M S Santos

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: